10
-
ago
-
15

Tag Big Apple – Minhas viagens para a Disney


Eu nunca fui fã da Disney, lembro que nos meus 15 anos enquanto minhas amigas pediam desesperadamente uma viagem para conhecer o Mickey, eu queria uma Honda biz. Passei boa parte da minha vida sem ter ido lá e sem vontade de ir. Até que conheci meu marido e descobri que ele era APAIXONADO pela Disney e quando fizemos 1 ano de casados, ele conseguiu me convencer a fazer essa viagem. E gente… COMO EU NUNCA TINHA IDO LÁ ANTES?! QUE COISA MARAVILHAAAAAAA… OLHA! O PATETA!!! Foi mais ou menos essa a minha reação em todos os parques da Disney e da Universal. É impossível não voltar a ser criança na Disney – quando você vai sem crianças, lógico. Eu vi pais sofrendo horrores na Disney, sério, nunca leve uma criança com menos de três anos pra lá, é perda de tempo, dinheiro e de saúde! –.

O mundo mágico da Disney

O mundo mágico da Disney

Essa primeira viagem foi em 2013 e fomos para a Disney de Orlando. Foi sensacional, chorei horrores no Magic Kingdom, perdi meu medo de altura despencando da torre do terror, fiquei apaixonada pelo Animal Kingdom…foi uma viagem tão incrível que este ano (2015) fizemos outra viagem, desta vez para conhecer a Disneylândia, na Califórnia! A empolgação era tanta que os dias passaram super rapidos, eu mal curti Los Angeles – aliás, eu ODIEI Hollywood – eu só pensava em chegar logo o dia de ir para Anaheim, que é a cidade onde fica a Disney. E quando cheguei lá, foi só alegria. A empolgação era tanta que tiramos pouquíssimas fotos:

Disneyland

Calçada da fama

Qualquer dia eu faço um post mais detalhado sobre ambas as viagens, tenho um monte de dicas sobre hospedagem, aluguel de carro, melhor época, enfim…hoje o post é especialmente sobre como foi conhecer a Disney. E gente, é maravilhoso…se alguém aqui ainda não tiver ido e tiver essa chance, aproveita a oportunidade! É incrível e eu prometo que você vai amar.

discipulas de carrie



04
-
ago
-
15

Decor: Sala de estar

Falando sobre Decoração - Destaques

Já faz um tempo que meu marido e eu estamos adiando uma obra aqui porque não conseguimos decidir se vendemos o apê esse ano ou não. E enquanto isto não é decidido, eu fico namorando decorações pelo pinterest e imaginando como seria minha sala se eu fizesse uma obra “rápida”. Nossa sala é relativamente grande em comparação com as salas que tenho visto nos apartamentos aqui do prédio e da maioria dos apartamentos novos aqui no Rio de Janeiro. É impressionante como as construções diminuem cada vez mais a sala e a cozinha dos apartamentos e no nosso caso foi preciso quebrar um quarto para termos mais espaço de sala. E é aí que eu fico viajando nas possibilidades e dá muita vontade de fazer. Separei umas fotos com salas decoradas no estilo que eu gostaria de ter aqui em casa para vocês verem:

Cliquem nas fotos

Sala de estar

Olhem o aproveitamento de espaço. Eu amei essa sala de jantar integrada.

Decor

Decor

Decor

Decor

Decor

fe2a5e3c344cac3cbd4ded510de43a30

Eu adoro muitos pontos de luz, adoro o branco e também adoro a ideia do tapete e da mesa de centro ( embora meu marido deteste esta última). Acho lindo a mistura do branco com a madeira, e se decidirmos fazer a obra, vai ser nesse estilo. De todas as imagens, a que mais me agrada é a 6ª foto, porque reune praticamente tudo o que eu gostaria de fazer aqui. O que vocês acham?



21
-
jul
-
15

Forrando estofados de cadeira.

Falando sobre Destaques - Vídeos

Gente, gravei esse vídeo pra mostrar como é fácil! Semana passada procurei um profissional para forrar minhas 6 cadeiras de jantar e ele me cobrou R$100,00 POR CADEIRA. Achei um absurdo de preço e resolvi fazer eu mesma o trabalho. A questão aqui não é ter ou não o dinheiro para pagar, o problema é o preço abusivo! E aqui no Rio de Janeiro, onde quer que você vá, irá encontrar lojas e vendedores praticando preços surreais… é revoltante! #momentodesabafo. Bom, é realmente muito simples e fácil de fazer, para vocês terem uma idéia, forrei todas as cadeiras em uma única tarde e gastei R$ 170 reais no total.

Anote aí o que vocês vão precisar:
Faça você mesmo

  • Parafusadeira ou chave de fenda para retirada e recolocagem das almofadas na cadeira.
  • Tesoura ou estilete para cortar o pano
  • Grampeador de tapeceiro – vendido em papelarias ou loja de ferragem –
  • Grampo especifico para o grampeador – 106/6mm
  • Tecido para forrar as almofadas da cadeira. -importante dizer que o tecido precisa ser grosso, tecidos leves e/ou muito finos não servem, ok?-

Bom, assistam ao vídeo, espero que gostem e se tiverem alguma dúvida, podem deixar nos comentários que eu respondo!
Beijos

Para uma melhor experiência, assistam o vídeo em versão HD



Páginas   123456

Ela disse • todos os direitos reservados © 2015 • powered by WordPress • Desenvolvido por